New banner by Maddy Lee

domingo, 16 de outubro de 2011

Renaissance - Scheherazade And Other Stories 1975

Este é o sexto álbum da banda inglesa de Art Rock (uma vertente do progressivo) Renaissance,lançado em 1975.






LINE UP:
Annie Haslam - lead & backing vocals
Jon Camp - bass, bass pedals, backing vocals, lead vocal on "The Sultan"
Michael Dunford - acoustic guitars, backing vocals
John Tout - keyboards, backing vocals
Terence Sullivan - drums, percussion, backing vocals
orchestral arrangements: Tony Cox






RENAISSANCE - SCHEHERAZADE AND OTHER STORIES 1975




TRACK LISTING:


01. "Trip to the Fair" (Dunford-Thatcher-Tout) - 10:51
02. "The Vultures Fly High" (Dunford-Thatcher) - 3:04
03. "Ocean Gypsy" (Dunford-Thatcher) - 7:05
04. "Song of Scheherazade" (Camp-Dunford-Thatcher-Tout) - 24:39
I. Fanfare - :38 (instrumental)
II. The Betrayal - 2:05 (instrumental)
III. The Sultan - 4:45
IV. Love Theme - 2:42 (instrumental)
V. The Young Prince and Princess as told by Scheherazade - 2:29
VI. Festival Preparations - 5:11 (instrumental)
VII. Fugue for the Sultan - 2:10 (instrumental)
VIII. The Festival - 2:10
IX. Finale - 2:29












10 comentários:

Marcello 'Maddy Lee' L. disse...

Graaaaaaaaaande Brother Clash!
Caracas, maluco!
Vocês resolveram sair da toca - finalmente!
E com altos sons, o que é melhor!
Esse do Renaissance é um dos melhores discos de rock progressivo já feitos; pode figurar, facilmente, naquela lista dos básicos para se entender o que foi/é o prog rock e serve como referência e influência para zilhares de bandas que vieram depois.
Abação!
ML
PS: Véi, tira da tua lista de blogs o Zona do Café e põe o Plano Z, plííííísss!!! rsrs

Big clash disse...

Faaaaaala Maddy Lee!Sumidão,bicho...
pois é meu camarada,desde setembro retomamos as postagens com maior intensidade e tem muita coisa boa mesmo,este Renaissance é uma referência,como você mesmo disse,há tempos desejava postar algo deles por aqui.
O Plano Z já está em minha lista,vou visitá-lo em breve.
Abração.

Baixo Jardim (Garden Bass) disse...

Renaissance foi uma fabulosa banda de Prog Rock e a Annie Haslam tinha uma das vozes mais lindas da história do Rock, rivaliza em técnica e beleza com as cantoras líricas. O baixista John Camp era extramente criativo e construia linhas de baixo de muito bom gosto.

Post Campeão!!!

Big clash disse...

Olá Baixo Jardim,
seja bem-vindo.
Esta banda é uma das minhas preferidas com trabalhos verdadeiramente emocionantes.
Annie Haslam esteve no Brasil no final dos 70' e ninguém menos que Tom Jobim foi recebê-la no Rio de Janeiro, o show virou um registro fonográfico.
Abraço.

Edson d'Aquino disse...

Qualquer coisa que se diga sobre este disco é pouco. É icônico!
E a voz de Annie Haslan é incomparável. Me desculpem todas as demais, de Inga Humpf (pela qual tenho muitas reservas) a Kate Bush (de que sou fã), mas a voz feminina do progressivo tem nome e é Annie Haslam.
Nunca ouvi esse registro com Tom Jobim, postaê!!!
[]ões

ayresrio disse...

Este é classico,bela postagem.

Abraço.

AYRESRIO.

Big clash disse...

Caro Edson,
me desculpe, não fui bem claro. O Tom recepcionou a chegada de Annie Haslam à Concha acústica da Urca,com tapete vermelho e tudo,mas não tenho informações de que ele tocou no show, que acabou virando disco.
Abraço.

Big clash disse...

Ayres,
é difícil encontrar quem não goste,né!?
Abraço.

Miguel disse...

Fala Big Trash,
Como tá tu, mi friendii?

É bão mas naum gosto naum é blues e nem hard.

Mas passando aqui só p matar saudade.

Abraços, Miguel

Big clash disse...

Oi Miguel,
tô legal véi...e você?
Bão receber a sua visita,some não.
Abração.