New banner by Maddy Lee

sexta-feira, 22 de maio de 2009

Sá,Rodrix & Guarabyra - Outra Vez Na Estrada Ao Vivo - Repost

Estou repostando este álbum como uma singela homenagem à Zé Rodrix, que faleceu hoje em São Paulo.Não tenho muitas palavras, me sinto triste pois tenho a música feita por ele e seus amigos Sá & Guarabyra como uma trilha sonora de meus dias.


Valeu, Zé...

Dois dias antes do Natal de 2008, encontrei um velho amigo na Rodoviária de B.Hz. Não nos víamos há um bom tempo.Rolou uma rápida conversa e ele me perguntou sobre o cd do Sá, Rodrix e Guarabyra que havíamos escutado em 2002, data de nosso último encontro. Mineiro se amarra neste trio, que por anos se fez dupla, pois o som dos caras tem tudo a ver conosco, sol,céu,poeira,estrada, montanhas,rios,mulheres e um otimismo em relação à vida que contagia.
E para nós, me refiro ao amigo e eu, além de um monte de contemporâneos, ouvir os caras é roda de viola, boa conversa,muchila nas costas e acampamento na Serra do Cipó.
Prometi ao meu camarada que iria postar o cd aqui no Fuxuca, espero que ele consiga acessar o blog. Então é isso, esta postagem vai para meu brother Alan, que hoje mora em Fortaleza,mas veio respirar o ar das montanhas mineiras e visitar a família no final de ano.

Abração, meu camarada.


Sá, Rodrix & Guarabyra - Outra Vez Na Estrada Ao Vivo 2001


Link

8 comentários:

José Renato disse...

Esta turnê foi logo quando Zé Rodrix voltou a tocar junto com Sá & Guarabira e eles passaram aqui por São José dos Campos, se não me engano foi no Aniversário da Cidade em Julho e tive o enorme prazer de vê-los tocar com muita alegria e vontade de estar alí. Isto ficou bem claro e foi um ótimo show. Parabéns pelo Post.
Grande Abraço

Big clash disse...

Olá José Renato, é um prazer recebê-lo no Fuxuca.
Bicho, eu também assisti a este show quando passaram por B.Hz.
Nasci em B.Hz., mas moro há algum tempo em uma cidade do centro-oeste do estado chamada Pitangui.Quando li no jornal sobre o show não pensei duas vezes, peguei a estrada, 140 km rsrsrs... e fui ver os caras, foi emocionante vê-los ali, e como disse na postagem, eles são muito bem quistos por aqui, todo mundo cantando juntos os velhos sucessos e saboriando as inéditas, foi demais.Recebi um e-mail me avisando que eles estão lançando neste mês de janeiro um cd de inéditas, a abertura da novela revelação do SBT (putz!!!) é deles, estou já providenciando meu exemplar.
Devo postar mais alguma coisa deles por aqui.
Então é isso, apareça sempre.
Abração.

pedalante disse...

Boa lembrança.

Tô fuçando aqui e acolá, vejo se encontro algo do tempo do Joelho de Porco.

Abraços

Big clash disse...

Pois é Pedalante, o Zé se foi...
Tenho um cd do Joelho com o Zé Rodrix na formação, só que está em B.Hz...demoro ainda uns dias a ir até lá...mas o postarei quando der.
Abração

Sofista Minimus disse...

Nem tenho muito o que dizer também...

Mas últimamente estranhamente estava ouvindo muito Sá, Rodrix e Guarabira o que não é incomum, mas nos ultimos dias, foi o "somente" o que ouvi...

Mas perdemos um grande artista: compositor, músico, jornalista, publicitário... Adoro também a sua participação na banda O Som Imaginário...

Abraços e que esteja bem!

Sofista.

Big clash disse...

Olá Sofista,
por aqui tudo legal...
O Zé Rodrix vai fazer muita falta, tive a oportunidade de assistir a um show do trio após a volta e foi muito legal. Gosto muito da participação dele no Som Imaginário, "Feira Moderna" na voz do Zé é bem bacana.

Abração.

Yerblues disse...

Putz, nem me fale Big. O Zé era um dos meus heróis. Um sujeito e um artista sensacional. Acompanhava o cara desde o Som Imaginário e realmente fiquei muito triste quando soube da morte dele... A ùltima vez que o vi foi no Pontapé Inicial, da ESPN Brasil. Lamentável. Vamos ver se agora a EMI lança, postumamente, seus álbuns-solo. Em cd, eu tenho só o I Acto, numa versão pobrinha, pobrinha... Zé, você é imortal, mano! Fica aqui um link legal, onde o próprio Zé imaginava a sua morte e velório: comhttp://colunistas.ig.com.br/luisnassif/2009/05/22/homenagem-ao-ze-rodrix/

Big clash disse...

Olá Yerblues,
O Zé era um cara muito criativo e com um olhar crítico para o que ocorria a sua volta, vai fazer muita falta.
Também torço para que seus álbuns solos sejam reeditados com material bacana, como as caixas que rolam por aí.
Vou conferir o link, brother.
Valeu pela visita, apareça sempre.
Abração.