New banner by Maddy Lee

quarta-feira, 16 de janeiro de 2008

Milton César Pontes e sua poesia de rua

Milton César Pontes, 36, já editou 11 livros de poesia. Todos vendidos no mano a mano pelas mais diversas cidades do país, somando-se mais de 30 mil exemplares vendidos. Milton considera-se um poeta de rua e gosta de falar seus poemas em público. Atualmente reside em Belo Horizonte.


Apresentação na Praça Sete - centro de B.Hz.


meu corpo em transe
goza refinamentos sobre a planície fértil que cobre teu ventre
outra carícia emoções complexas delicadezas
sensibilidade que sussurra perfumes
e arrepia a epiderme das fábulas

me aprofundo


O poema acima faz parte do livro Corpo em Transe, Anome Livros, BH, 2004.


2 comentários:

Anônimo disse...

'Receba as flores q lhe dou e em cada flor um beijo meu, são flores lindas q lhe dou, rosas vermelhas c amor, amor q por vc nasceu, q seja assim p toda vida e a Deus mais nada pedirei, querida mil vezes querida, deusa na terra nascida, a namorada q sonhei'.
Grande Miltom Cesar, poeta dos bons!
Vou ver s tem alguma coisa aqui p levar p casa.hehehe

Abraços, Odair José

BIG CLASH disse...

Beleza né Odair cabeça de poeta?
Você é o esculhambador Geral da Republica...hehehe...